Segunda-feira, 31 de Janeiro de 2005

...


publicado por emptysoul às 16:04
link do post | comentar | favorito
|

O Vento

brand010[1].jpg</p>

O vento é um cavalo:
ouve como ele corre
pelo mar, pelo céu.
Quer me levar: escuta
como ele corre o mundo
para levar-me longe.
</p>

Esconde-me em teus braços
por esta noite erma,
enquanto a chuva rompe
contra o mar e a terra
sua boca inumerável.
</p>

Escuta como o vento
me chama galopando
para levar-me longe.
</p>

Como tua fronte na minha,
tua boca em minha boca,
atados nossos corpos
ao amor que nos queima
deixa que o vento passe
sem que possa levar-me.
</p>

Deixa que o vento corra
coroado de espuma
que me chame e me busque
galopando na sombra,
enquanto eu, protegido
sob teus grandes olhos,
por esta noite só
descansarei meu amor.
</p>

Pablo Neruda
publicado por emptysoul às 13:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Lembranças

               trio7.JPG    


               A minha lembrança ouve o som do mar
...............Numa sinfonia sensual do vento
...............A doce canção do tempo de amar
...............São águas salgando meu tormento.

...............Estrelas brilham no firmamento
...............São as mesmas daquela noite de luar
...............Parceiras da lua vendo eu te beijar
...............Gosto de sal na boca, meu momento.

...............Ondas no teu corpo te embalando
...............Vestindo tua nudez de espuma
...............No mar gentil te acariciando.

...............Vento do mar hoje me lembrando
...............Nossos corpos beijados pela bruma
...............Na noite enluarada nos amando.

publicado por emptysoul às 12:53
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

E o meu sorriso?

sorriso1].jpg





Hoje, perguntei ao céu pelo teu nome e foi engraçado o modo como me sorriu e respondeu... - é escrito do mesmo sabor do brilho desses teus olhos.

Não satisfeito perguntei pelo teu sorriso e apontou para longe, para onde já o sol deveria ter nascido... - esse pertence aos sonhos, aos teus... é dos lábios da noite que se rasgam no seu rosto para te receber...

Confuso com tais respostas, resumi-me a mais uma duvida e perguntei pelo teu paradeiro - mora nos teus braços, nos teus dedos, sob a tua pele, dorme do teu lado aconchegando-te e protegendo-te, é o lugar dos teus olhos, dos teus lábios, do teu repouso...

Fiquei em silêncio...

Digeri as palavras atiradas do imenso azul ao qual me entrego, acariciei algumas respostas em tufos de nuvens soltas, ora aqui, ora ali... então tornou-se cinzento o céu, fechou-se num manto escuro e falou...

- E o teu sorriso? Qual é seu nome e paradeiro?

Atirei pedras ao mar, juntei pó e nada, naveguei palavras e foi então que te encontrei num beijo meu, no teu toque, na leveza da tua voz que me sopra na pele... beijo-te o corpo e seguro-te as mãos...

- Como te encontraria doce madrugada? O sol nasceu tardio e o céu não me respondeu... Meu amor, que nome daria ao meu sorriso e onde faria sua morada sem te ter ao pé de mim?



O meu sorriso no canto da tua alma!

publicado por emptysoul às 10:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 29 de Janeiro de 2005

Teus beijos

           paixao.jpg


.......... Teus beijos
.......... Tem sabor
.......... De quero mais!
.......... Faz meu coração pulsar mais forte
.......... Algo Divino acontecer...
.......... O meu mundo parar
.......... E eu estremecer!
.......... Minha tristeza vai embora
.......... Com o sabor dos teus beijos
.......... Assim começo a sonhar
.......... Sonhos lindos...
.......... Só em pensar
.......... Nos teus beijos
.......... Neles encontro momentos só meus...
.......... Discretos sabores
.......... Do mel adocicado dos desejos
.......... Em mim faz despertar
.......... Só em pensar nos teus beijos!
.......... Aproveito!
.......... Vivo os momentos
.......... Porque não tenho o amanhã
.......... Mas sim o hoje
.......... O aqui e o agora dos teus beijos!


publicado por emptysoul às 23:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2005

Amor On Line

beijo1[1].jpg</p>

Era noite quando o senti pela primeira vez
Total insensatez
Eu e a tela ...e como uma vela
Acendeu uma sensação estranha

Pura arte, manha do destino
Que como um menino traquino
Mostrou-me o inicio de um sonho...
realidade...
</p>
Mistura de medo e saudade...
Saudade nem sei de quê

Jamais falei contigo
E tu ja me parecia um caso antigo
Um estranho amor
Sabia que existia...
Eu te sentia
</p>
E esse mito de loucura e medo</p>
Desvendei meu segredo...
Te amei em silêncio.
Silêncio que devo quebrar
Mostrando ao mundo
Como é profundo esse bem querer
Em meio a cidade escura
Terminamos a procura
Embriagados de tanta loucura e fora da razão
Contemplamos o nascer de uma grande paixão!
publicado por emptysoul às 22:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2005

Soneto do Amor Total

Camaneg[1].jpg</p>

Amo-te tanto meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.
</p>

Amo-te enfim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.
</p>

Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.
</p>

E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.
</p>

(Vinícius de Morais)
publicado por emptysoul às 15:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Janeiro de 2005

Desencontros

 

               desencontros_antonioramos_thiam.jpg                                              


                A alma anda desencontrada do corpo
............... tenho de buscar na memória o que toquei
............... sigo o rasto das lembranças
............... até chegar ao Esquecimento.
............... Sinto saudades... não sei ao certo
............... o corpo não me responde
............... a alma atormentada não sente.

............... O tempo vivido não é o tempo sentido
............... sempre o tempo...
............... infinito na escuridão
............... tão escasso para a satisfação.

............... O Antes no Agora para o Depois,
............... esconde-se o vazio,
............... adormece-se a alma,
............... julgo vencer o tempo
............... mas permanece o desencontro...

publicado por emptysoul às 21:43
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Stylesheet

. principal

. Ao fechar os olhos...

. Teu corpo é um diálogo se...

. Teu Corpo

. Vem deitar-te a meu lado

. Promessa

. Mensageira

. Faz amor comigo

. Eu sei...

.arquivos

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds