Segunda-feira, 29 de Agosto de 2005

declaração de amor

mulher.jpg</p>

Se eu pudesse dar-te os beijos que preciso,
teus lábios dos meus jamais se soltariam...
Se eu pudesse dar-te todos os sussurros do meu coração,
o teu coração suspiraria o tempo todo ao bater...
Se eu pudesse dar-te todos os abraços que aguardo,
viverias preso em meus braços...
Se eu pudesse olhar sempre nos teus olhos,
as estrelas do céu sentiriam a falta do teu olhar...
Se eu pudesse dar-te as flores que desejo,
só restariam jardins floridos nos teus sonhos...
Se eu pudesse dar-te todos os meus desejos,
só as infinitas camas dos céus poderiam nos acolher...
Se eu pudesse roubar uma noite de luar para te dar,
creio que até os anjos me perdoariam...
Se eu pudesse gritar que te amo,
toda a humanidade conheceria o amor...
Se eu pudesse dar-te todos os meus sonhos,
viajaríamos mais, muito, muito mais...
Se eu pudesse apagar todas as tuas dores,
serias dono de todos os meus sorrisos...
Se eu pudesse proteger-te com meu carinho,
jamais saberias o que é sentir medo...
Se eu pudesse guiar todos os teus passos,
tuas estradas seriam de um chão de estrelas...
Se eu pudesse dar-te todo o meu calor,
talvez até o sol se escondesse...
Se eu pudesse comandar o tempo de nós dois,
os ponteiros de nossos relógios marcariam o infinito...
Se eu pudesse mostrar toda a minha emoção,
a natureza, seria a expressão e a pintura...
Se eu pudesse medir a força dos meus sentimentos,
acabariam-se todas as grandezas...
Se eu pudesse demonstrar a ti, a dimensão dos meus afetos,
o Universo seria a referência...
Se eu pudesse dar-te todas as minhas verdades,
a verdadeira justiça mostraria a sua face...
Se eu pudesse, enfim, dar-te todo o amor que eu sinto,
ainda assim, a minha vida até o fim, seria insuficiente...


 



-Dayse Maria-



 

publicado por emptysoul às 23:03
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Agosto de 2005

''Almas que se encontram''

emptyemystic.jpg


Dizem que para o amor chegar não há dia, não há hora nem momento marcado para acontecer. Ele vem de repente e se instala no mais sensível dos nossos órgãos, o coração. Começo a acreditar que sim. Mas percebo também que pelo fato deste momento não ser determinado pelas pessoas, quando chega, quase sempre os sintomas são arrebatadores. Vira tudo às avessas e a bagunça feliz se faz instalada.


Quando duas almas se encontram o que realça primeiro não é a aparência física, mas a semelhança d'almas. Elas se compreendem e sentem falta uma da outra. Se entristecem por não terem se encontrado antes, afinal tudo poderia ser tão diferente. No entanto sabem que o caminho é este e que não haverá retorno para as suas pretensões.


É como se elas falassem além das palavras, entendessem a tristeza do outro, a alegria, o desejo, mesmo estando em lugares diferentes. Quando almas afins se entrelaçam passam a sentir saudade uma da outra num processo contínuo de reaproximação até a consumação.


Almas que se encontram podem sofrer bastante também, pois muitas vezes tais encontros acontecem em momentos onde não mais podem extravasar toda a plenitude do amor que carregam, toda a alegria de amar e querer compartilhar a vida com o outro, toda a emoção contida à espera do encontro final.


Desejam coisas que se tornam quase impossíveis, mas que são tão simples de viver. Como ver o pôr-do-sol, caminhar por uma estrada com lindas árvores, ver a noite chegar, ir ao cinema e comer pipocas, rir e brincar, brigar às vezes, mas fazer as pazes com um jeitinho muito especial. Amar e amar, muitas vezes sabendo que logo depois poderão estar juntas de novo sem que a despedida se faça presente.


Porém muitas vezes elas se encontram em um tempo e em um espaço diferentes do que suas realidades possam permitir. Mas depois que se encontram ficam marcadas, tatuadas e ainda que nunca venham a caminhar para sempre juntas, elas jamais conseguirão se separar.


E o mais importante: terão de se encontrar em algum lugar.


Almas que se encontram jamais se sentirão sozinhas porquanto entenderão, por si só, a infinita necessidade que têm uma da outra para toda a eternidade.


=Paulo Fuentes=


 

publicado por emptysoul às 09:21
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Sexta-feira, 12 de Agosto de 2005

O teu olhar

sem rosto.JPG



           Não mais que desejar,
.......... Assim, seria belo descrever
.......... O que visualizam os meus olhos
.......... Quando encontram o teu olhar!...
.......... E nesse encontro,
.......... Não mais que descrever,
.......... Seria poder experimentar
.......... Essa fascinante magia
.......... Que se irradia em meus olhos
.......... Quando encontram teu olhar!...
.......... E percorrer seus enlevos
.......... E rebelar-me em carinhos,
.......... Ou poder, simplesmente,
.......... Teu rosto,
.......... Com os dedos acariciar...
.......... E os teus lábios,
.......... Bem no cantinho,
.......... Com os meus lábios tocar....
.......... O quanto isso seria bom...
.......... E até sonhar!
.......... Se os teus olhos e os meus
.......... Pudessem se encontrar
.......... Num só olhar!...
.......... Num só encontro!...


...........Lúcia Leite

</p>
publicado por emptysoul às 12:47
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Stylesheet

. principal

. Ao fechar os olhos...

. Teu corpo é um diálogo se...

. Teu Corpo

. Vem deitar-te a meu lado

. Promessa

. Mensageira

. Faz amor comigo

. Eu sei...

.arquivos

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds